Saltar para o conteúdo

Oficina Remix LdoD

23/11/2019

A oficina Remix LdoD visa explorar diferentes processos de escrita criativa, por meio da parceria entre os projetos “Fragmentos em Prática” e “Operation Room”. O projeto “Fragmentos em Prática” desenvolve práticas criativas de leitura e edição no manejo virtual dos textos de Fernando Pessoa pelo Arquivo do Livro do Desassossego (ldod.uc.pt). Já o projeto “Operation Room” trabalha com criatividade por meio de processos de apropriação, seleção e remistura textual, fazendo uso de aplicativos de edição de texto, tratamento de imagem, ilustração e vídeo. O encontro desses projetos busca incentivar a transformação dos textos do Desassossego em novas versões remixadas, incentivando assim o potencial de livre criatividade dos participantes da oficina. Venha criar conosco! 🙂

Dia 14/12/2019 – 9:00 às 13:00, Sala 6 da Faculdade de Letras de Universidade de Coimbra (FLUC)

Inscrições mediante o envio de confirmação de presença para o email fragmentos.em.pratica@gmail.com ou pelo evento Oficina Remix LdoD no Facebook.

Cecília Magalhães é doutoranda no programa Materialidades da Literatura (MatLit/FLUC-UC). Desenvolve sua investigação, Fragmentos em Prática, com enfoque nas práticas de produção criativa  no Arquivo LdoD, plataforma dinâmica organizada em torno da escrita, da leitura e da edição do Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa.

Liliana Vasques é doutoranda no programa Materialidades da Literatura (MatLit/FLUC-UC). Desenvolve sua investigação – Do Digital Poets Write? –  em torno da criação de poesia digital através das práticas de apropriação e remistura. Dinamiza o projeto Operation Room para quem quiser experimentar este tipo de criação.

Esta oficina, organizada pelo MATLIT LAB: Laboratório de Humanidades, está vinculada ao Centro de Literatura Portuguesa (CLP), por meio do grupo de investigação “Mediação Digital e Materialidades da Literatura”. O projeto doutoral Fragmentos em Prática é financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (SFRH/BD/139569/2018).

VAST/O: uma colaboração académica, artística e interdisciplinar

23/11/2019

© Cartaz de Rui Silva.

No próximo dia 6 de dezembro de 2019, às 14h30, decorrerá na Sala do Centro de Literatura Portuguesa (7º piso) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra  a mesa-redonda “VAST/O: uma colaboração académica, artística e interdisciplinar”, com a participação de Carolina Martins (FLUC), Natalie Woolf (Universidade Lusófona), Alexandra P. Alberda (Universidade de Bournemouth) e João Carola (ESAD; Ar.Co). Esta mesa-redonda será moderada por Paulo da Silva Pereira. Trata-se de uma iniciativa organizada pelo MATLIT LAB: Laboratório de Humanidades, Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura, Centro de Literatura Portuguesa e Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Universidade de Coimbra.

© Cartaz de João Carola.

A instalação VAST/O pode ser visitada entre 25 de novembro e 5 de dezembro de 2019 (inauguração a 30 de novembro) no Atelier Concorde, Rua Leite Vasconcelos 43A, 1170-198 Lisboa.

VAST/O é o resultado prático da tese “Leitura Aumentada: combinações espaciais em instalações de narrativas gráficas”, de Carolina Martins (FLUC), uma investigação sobre como as características arquitectónicas de um espaço podem contribuir para a composição, leitura e interpretação de uma narrativa gráfica, em conjunção ou não com outros meios. A instalação que resulta desta pesquisa é, então, uma instalação interdisciplinar que conta com a colaboração de Natalie Woolf (Universidade Lusófona), Alexandra P. Alberda (Bournemouth University), João Carola (ESAD, Ar.Co) e FilmPro (UK). O projecto abrange áreas como a BD, a animação, a medicina gráfica, o desenho e a realidade aumentada. De Lisboa para Bournemouth e de regresso a Lisboa, a composição e a interpretação deste trabalho foram sempre afectadas pelos contextos espaciais e pelas equipas envolvidas.

Nesta conversa, iremos reflectir sobre como os processos de trabalho de cada um contribuem para a escrita e leitura de VAST/O e também sobre a metodologia de um projecto artístico, académico e colaborativo.

MATLIT 7.1 está em linha

17/11/2019

PT

Foi publicado o Volume 7.1 (2019) da revista MATLIT: Materialidades da Literatura. Este número, organizado por Pauline Bachmann (Universidade de Zurique) e Jasmin Wrobel (Universidade Livre de Berlim), intitula-se “Redes da Poesia Experimental: Circulações Materiais”. A secção temática publica artigos de investigação de Bruno Ministro, Nuno Miguel Neves, Adriana Kogan, Eduardo Jorge de Oliveira, Arantxa Romero González, Francisca García, Megumi Andrade Kobayashi, Lizzy Pournara, Vinícius Carvalho Pereira, Rafael Climent Espino e Susana González Aktories. Destaca-se ainda a entrevista a Hans Ulrich Gumbrecht conduzida por Fábio Waki e Ana Sabino. A secção “Mediarama” apresenta uma seleção de sítios, arquivos e coleções relacionadas com o tema da revista. Por fim, são publicadas onze recensões críticas relativas a novas publicações.

Todos os textos se encontram disponíveis em formato html e pdf. A MATLIT adota uma política de acesso integral livre, podendo todos os textos ser lidos em linha ou transferidos para uso pessoal. O acesso pode ser feito a partir do índice geral.


EN

Volume 7.1 (2019) of MATLIT: Materialities of Literature has been published. This issue, edited by Pauline Bachmann (Universität Zürich) and Jasmin Wrobel (Freie Universität Berlin), is titled “Experimental Poetry Networks: Material Circulations”. The thematic section includes research articles by Bruno Ministro, Nuno Miguel Neves, Adriana Kogan, Eduardo Jorge de Oliveira, Arantxa Romero González, Francisca García, Megumi Andrade Kobayashi, Lizzy Pournara, Vinícius Carvalho Pereira, Rafael Climent Espino and Susana González Aktories. One of the highlights of the issue is an interview with Hans Ulrich Gumbrecht conducted by Fábio Waki and Ana Sabino.  The “Mediascape” section presents a selection of sites, archives and collections related to the journal’s topic. In the review section, readers will find eleven book reviews.

All texts are available in html and pdf formats. MATLIT has a policy of free full-access to all texts, which can be read online or downloaded for personal use. Access can be made from the contents page.


ES

Se publicó el Volumen 7.1 (2019) de MATLIT: Materialidades de la Literatura. Este número, editado por Pauline Bachmann (Universität Zürich) y Jasmin Wrobel (Freie Universität Berlin), se titula “Redes de poesía experimental: circulaciones materiales”. La sección temática incluye artículos de investigación de Bruno Ministro, Nuno Miguel Neves, Adriana Kogan, Eduardo Jorge de Oliveira, Arantxa Romero González, Francisca García, Megumi Andrade Kobayashi, Lizzy Pournara, Vinícius Carvalho Pereira, Rafael Climent Espino y Susana González Aktories. También vale la pena destacar la entrevista con Hans Ulrich Gumbrecht realizada por Fábio Waki y Ana Sabino. La sección “Mediarama” presenta una selección de sitios, archivos y colecciones relacionadas con el tema de la revista. En la sección de reseñas, los lectores encontrarán once reseñas de libros.

Todos los textos están disponibles en formato html y pdf. MATLIT tiene una política de libre acceso a todos los textos, que se pueden leer en línea o descargar para uso personal. El acceso se puede hacer desde la tabla de contenidos.

MATLIT volume 8.1 (2020): Call for Papers

11/10/2019

 

The journal MATLIT: Materialities of Literature has released its Call for Papers for the next issue, to be published in 2020. Under the general topic “Teaching Digital Literature”, issue 8.1 will be edited by Ana Maria Machado (University of Coimbra) and Ana Albuquerque e Aguilar (University of Coimbra).

DEADLINE: Article submissions will be due on December 31, 2019, with notifications of acceptance by February 29, 2020. MATLIT publishes articles in the following languages: Portuguese, English, and Spanish. Authors must register and upload their files through the journal platform. Please register here: http://impactum-journals.uc.pt/matlit/user/register. Information about submission guidelines is available here: http://impactum-journals.uc.pt/matlit/about/submissions. Further information can be obtained by contacting the issue editors, Ana Maria Machado and Ana Albuquerque e Aguilar (digitalliteraryteaching@gmail.com).

 


A revista MATLIT: Materialidades da Literatura acaba de divulgar a Call for Papers para o próximo número, a publicar em 2020. Sob o tema geral “Ensino da Literatura Digital”, o número 8.1 será organizado por Ana Maria Machado (Universidade de Coimbra) e Ana Albuquerque e Aguilar (Universidade de Coimbra).

PRAZO: A submissão de artigos encerra a 31 de dezembro de 2019. As notificações de aceitação serão enviadas a 29 de fevereiro de 2020. MATLIT publica  artigos nas seguintes línguas: Português, Inglês e Espanhol. Os autores devem registar-se e submeter os seus artigos na plataforma da revista: http://impactum-journals.uc.pt/matlit/user/register. A informação sobre as normas do artigo a submeter encontra-se em http://impactum-journals.uc.pt/matlit/about/submissions. Para qualquer outra informação, poderão ser contactadas as editores do volume,  Ana Maria Machado e Ana Albuquerque e Aguilar (digitalliteraryteaching@gmail.com).

Materialidades da Literatura no FOLIO 2019

11/10/2019

No próximo dia 13 de outubro de 2019, entre as 15h00 e as 18h00, decorre no Museu Municipal de Óbidos o colóquio “Matemática e Literatura IV”, no âmbito do Festival Literário FOLIO 2019 (10-20 de outubro de 2019). Organizado pelo Centro de Matemática, Aplicações Fundamentais e Investigação Operacional da Universidade de Lisboa, Centro de Matemática da Universidade do Porto e Centro de Física da Universidade de Coimbra, este colóquio conta com a colaboração do Programa de Doutoramento FCT em Materialidades da Literatura da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. As Materialidades da Literatura estarão representadas por Nuno Meireles (“Doutor Fausto faz Literatura Algoritmicamente: Performance com Vídeo, Voz gravada e uma Pessoa Vestida de Bata Branca”), Thales Estefani e Patrícia Reina (“(Im)probabilidade literária: texto-objeto-feijão-mágico e o processo combinatório na leitura”), e Manuel Portela (“Tempo de Leitura, Tempo de Escrita, Tempo do Relógio, Tempo da Cabeça”).

Esta presença do Programa no Festival Literário FOLIO dá continuidade às participações de 2016 (colóquio “Literatura e Matemática I” e exposição “Bird-Watching“, 22 de set-2 de outubro de 2016, Joshua Enslen e Alaina Enslen), 2017 (colóquio “Literatura e Matemática II” e exposição “Et Sic In Infinitum: Uma Instalação Intermedial e Transliterária”, 21-29 de outubro de 2017, curadoria de Carolina Martins e Diogo Marques) e 2018 (colóquio “Literatura e Matemática III” com a performance “Literatura e Cibernética”, 30 de setembro de 2018, Ana Marques e Manuel Portela).

Lecture by Stuart Price

01/10/2019

© Poster by Rui Silva.

On October 22, 2019, Stuart Price (De Montfort University) will give a lecture titled “Authority, Authoritarianism, and Public Dissent: Spain 2011-2019”, at the School of Arts and Humanities, University of Coimbra, Sala Ferreira Lima, 2h30pm (14h30). This event is organized by the PhD Programme in Materialities of Literature and the Centre for Portuguese Literature at the University of Coimbra.

Abstract

This illustrated lecture examines the development of public protest and dissent within the ‘arrested democracy’ of Spain, and covers a range of movements, including the Indignados, Catalonia’s Independenistas and the CDR, the libertarian movement, the Ladders Revolution, and the Huelga General Feminista of 2018/19. The central question is not only the character of Spanish democracy, but the nature of the contemporary state as it governs through forms of disciplinary austerity (Lorey, 2015; Tansel, 2017).

Stuart Price is Professor of Media and Political Discourse and the Director of the Media Discourse Centre (www.dmu.ac.uk/mdc), De Montfort University, UK. He is also Visiting Professor at the Universidade do Estado do Rio de Janeiro, and the Universidade Federal do Rio de Janeiro, working within the field of Media and International Relations. He is the author of a number of monographs and textbooks (including Worst-Case Scenario?, 2011) and Communication Studies (1996). With Ruth Sanz-Sabido, he edited two books on Protest, and has recently brought out the edited volume Journalism, Power and Investigation (2019). Details can be found at https://www.dmu.ac.uk/about-dmu/academic-staff/technology/stuart-price/stuart-price.aspx

Talk by Susan Bee & Charles Bernstein

01/10/2019

© Poster by Rui Silva.

On October 10, 2019, Susan Bee and Charles Bernstein (University of Pennsylvania) will give a talk at the School of Arts and Humanities, University of Coimbra, Sala Ferreira Lima, 11am (11h00). Titled “Little Orphan Anagram: The Collaborations of Susan Bee and Charles Bernstein”, this event is a joint organization of the PhD Programme in Materialities of Literature and the PhD Programme in Discourses: Culture, History, and Society, with the support of the Centre for Social Studies.

Susan Bee is a painter, collagist, editor, and book artist who focuses on the cinematic, ephemeral moments of everyday life.  Using old and offbeat movies as a visual resource, Bee plays upon the changing nature of cultural memory as well as the evolving connection between word and image. As seen on this page, Detour (2011) and Gun Crazy (2011) capture two fashionably dressed couples navigating a questionable narrative that is both cut and framed by the painting itself.  Bee replaces flat colors, in lieu of other details, that either pattern or foreshorten the background. One of her most recent paintings appears above, titled Votes for Women (2018) that is 30” x 40 and consists of oil, enamel, and sand on linen. The artist’s aesthetic focus on the representation and performance of interpersonal relationships also takes the form of intricate collage pieces.  The application of cutouts within fictitious painted landscapes renders a series of surrealist, dreamy experiences as colors clash together, as seen through a kaleidoscope, before resonating in a visual harmony. Bee has recently published a series in an artist’s book titled Fabulas Feminae, a collaboration with Johanna Drucker. Susan Bee’s art may be seen at the legendary A.I.R. Gallery in Brooklyn. All of her work may also be viewed at this link in addition to Accola Griefen Gallery.

[Source: https://artists-studios.com/susan-bee]

Charles Bernstein taught poetry and poetics, with an emphasis on modernist and contemporary art, aesthetics, and performance. He is the Donald T. Regan Professor of English and Comparative Literature at the University of Pennsylvania, from which he has recently retired. Bernstein has published five collections of essays — Pitch of Poetry (Chicago, 2016), Attack of the Difficult Poems: Essays and Inventions (Chicago, 2011), My Way: Speeches and Poems (Chicago, 1999), A Poetics (Harvard, 1992), and Content’s Dream: Essays 1975-1984. His books of poetry include Near/Miss (Oct. 2018),  Recalculating (Chicago, 2013),  All the Whiskey in Heaven: Selected Poems (Farrar, Straus and Giroux), Girly Man (Chicago, 2006), With Strings (Chicago, 2001), and Republics of Reality: 1975 – 1995 (Sun & Moon, 2000).  His libretto Shadowtime, for composer Brian Ferneyhough, was published in 2005 by Green Integer; it was performed as part of the 2005 Lincoln Center Festival. Bernstein is the editor of several collections, including: American Poetry after 1975 (Duke University Press / special issue of boundary, 2009), Close Listening: Poetry and the Performed Word (Oxford, 1999), The Politics of Poetic Form: Poetry and Public Policy (Roof, 1990), and the poetics magazine L=A=N=G=U=A=G=E, whose first issue was published in 1978. He is editor of the Electronic Poetry Center and co-director (with Al Flireis) of PennSound.

[Source: https://www.english.upenn.edu/people/charles-bernstein]