Skip to content

Projetos de tese 2016

25/01/2016

policromatico_v1

A quinta edição do Programa de Doutoramento FCT «Estudos Avançados em Materialidades da Literatura» teve início no ano letivo 2014-2015. Tal como previsto pelo plano de estudos (https://matlit.wordpress.com/programa/), no final do terceiro semestre realiza-se uma prova de qualificação, que consiste na defesa pública do projeto de tese de doutoramento. As provas de qualificação da quinta edição do Programa têm lugar nos dias 29 de janeiro e 3 de fevereiro de 2016, de acordo com o horário indicado a seguir:

29 de janeiro de 2016
Projeto: Ana Sabino (PD/BD/105704/2014), «Instruções de leitura: um estudo sobre convenções gráficas de apresentação da palavra escrita»
Hora: 10h00, Sala Ferreira Lima (6º piso, FLUC)
Júri
Paulo Pereira (pres.)
Manuel Portela (orient.)
Jorge dos Reis (arguente)

Projeto: Bruno Ministro  (PD/BD/105707/2014), «Todas as cópias são originais: electrografia e copy art em Portugal»
Hora: 11h30, Sala Ferreira Lima (6º piso, FLUC)
Júri
Osvaldo Manuel Silvestre (pres.)
Manuel Portela (orient.)
Rui Torres (coorient.)
Jorge dos Reis (arguente)

Projeto:  Bruno Fontes (PD/BD/105701/2014), «Entre escritas: relações intermediais entre a escrita e a imagem fílmica em João Botelho, Peter Greenaway e Luiz Fernando Carvalho»
Hora: 14h30, Sala Ferreira Lima (6º piso, FLUC)
Júri
Manuel Portela (pres.)
Osvaldo Manuel Silvestre (orient.)
Ricardo Namora (coorient)
Sérgio Dias Branco (arguente)

Projeto: Priscila Monteiro, «Compor livros de fora para dentro: Impressões poéticas e tipográficas de João Cabral de Melo Neto»
Hora: 16h00, Sala Ferreira Lima (6º piso, FLUC)
Júri
Osvaldo Manuel Silvestre (pres.)
Manuel Portela (orient.)
Pedro Serra (coorient.)
Abel Barros Baptista (arguente)

3 de fevereiro de 2016
Projeto: Ana Rita Sousa (PD/BD/105708/2014), «Mecânica de uma personagem: paisagem, escrita, autoria»
Hora: 10h00, Sala Ferreira Lima (6º piso, FLUC)
Júri
Osvaldo Manuel Silvestre (pres.)
António Sousa Ribeiro (orient.)
Paulo Meneses (arguente)

Projeto: Rita Catania Marrone (PD/BD/105709/2014), «Os “livros ocultos” de Fernando Pessoa: um estudo da biblioteca esotérica de Fernando Pessoa»
Hora: 14h30, Sala Ferreira Lima (6º piso, FLUC)
Júri
António Sousa Ribeiro (pres.)
Osvaldo Manuel Silvestre (orient.)
António Apolinário Lourenço (coorient.)
Pedro Sepúlveda (arguente)

Projeto: Ernest Bowes Junior, «Alucinação e virtualidade: Elementos de uma materialidade artística em Henri Michaux»
Hora: 16h00, Sala Ferreira Lima (6º piso, FLUC)
Júri
Paulo Pereira (pres.)
Pedro Serra (orient.)
Maria João Cantinho (arguente)

Projeto: Júlia  Zuza (CAPES: BEX 1858/2015-07), «A editora Planeta Tangerina: entre o processo artístico colaborativo e as instâncias de legitimação em Portugal»
Hora: 17h30, Sala Ferreira Lima (6º piso, FLUC)
Júri
Manuel Portela (pres.)
Ana Maria Machado (orient.)
Susana Oliveira (arguente)

 

As provas relativas aos cinco projetos de tese da quarta edição do Programa realizaram-se a 23 de janeiro de 2015.

As provas relativas aos cinco projetos de tese da terceira edição do Programa realizaram-se a 24 de janeiro de 2014.

As provas relativas aos três projetos de tese da segunda edição do Programa realizaram-se a 1 de fevereiro de 2013.

As provas relativas aos quatro projetos de tese da primeira edição do Programa realizaram-se a 27 de janeiro de 2012.

Portuguese Small Press Yearbook 2015

09/12/2015

pspy2015_capa

No próximo dia 10 de dezembro de 2015, pelas 18h30, na Sala Ferreira Lima, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, será apresentado por Catarina Figureiredo Cardoso o Portuguese Small Press Yearbook 2015. O Portuguese Small Press Yearbook integra TIPO.PT, um projeto concebido por Catarina Figueiredo Cardoso e Isabel Baraona sobre o panorama português de edição de autor.

Portuguese Small Press Yearbook 2015 é dedicado a editores que se apresentam como tal. Enquanto no número passado desafiámos colectivos de artistas que editam livros a falarem sobre o seu funcionamento, agora procuramos dar voz a alguns elementos do activo grupo de editores independentes individuais. Ou seja, pessoas mais ou menos isoladas que publicam livros, seus ou de outros, com uma chancela, com critérios editoriais relativamente definidos, e que publicam sob um nome e não simplesmente como “o autor”. São os casos de João Sobral, João Concha e Fábio Miguel Roque. E também de Maria João Worm e Diniz Conefrey e a sua Quarto de Jade. Não se apresentam como colectivo; cada um desenvolve o seu trabalho, são um casal que partilha o mesmo espaço mas não interfere no do outro. Vão agora realizar um projecto conjunto.

Constança Lucas é autora de livros de artista, e vem apresentar-nos o seu projecto “Livraria de Artistas”, que procura resolver um dos dramas da exposição de livros: manuseá-los, folheá-los, lê-los.

Leszek Brogowski trata igualmente no seu artigo da questão do manuseamento do livro, numa perspectiva que pode surpreender: “livro único” é uma contradição nos seus termos, o livro é necessariamente um múltiplo. E conta-nos como, na sua editora Incertain Sens, voltou a dar o destino natural de múltiplo a um livro que, por circunstâncias diversas, ficou único.

Estado da Arte 6

09/12/2015

monkey-connectome-640x442

Terá lugar no próximo dia 10 de dezembro de 2015, na sala Ferreira Lima (6º piso da FLUC), a partir das 9.30, a sessão 6 do Estado da Arte, iniciativa com periodicidade semestral na qual todos os doutorandos do Programa de Doutoramento «Estudos Avançados em Materialidades da Literatura» apresentarão o estado atual da sua dissertação, após o que se seguirá um período de debate. Esta iniciativa destina-se a reforçar a cultura de debate interno e a acompanhar de perto a elaboração das dissertações de doutoramento. A sessão não está aberta ao público, podendo apenas participar os estudantes e os docentes do Programa.

Materialidades da Literatura na SAMLA

24/11/2015

Texto e fotos de Priscila Monteiro.

De 13 a 15 de novembro de 2015, as Materialidades da Literatura tiveram nova oportunidade de apresentar sua linha de pesquisa em solo americano. “In concert: Literature and the other Arts” foi a temática central desta convenção, que anualmente é ponto de encontro da South Atlantic Modern Languages Association (SAMLA), tendo lugar nesta edição em Durham, North Carolina, com este tema intermedial.

O evento reuniu pesquisadores de diversas partes do mundo e não se restringiu aos Estados Unidos como público-alvo. O evento, que teve espaço no centro de convenções do hotel Sheraton Imperial, apresentou áreas temáticas e comunicações simultâneas durante sua agenda, iniciando suas rotinas às 8h e encerrando às 20h. Poucos momentos concentraram o grupo em um único lugar, como o intervalo de almoço do sábado, quando Jim Clark, presidente da SAMLA, apresentou a inspiração para o tema do congresso: diversos autores que também desenvolviam outras produções artísticas paralelas, tais como músicos, performers, editores, artistas visuais. Clark chamou-os de “chimerical writers”. O interesse em agregar áreas distintas de expressão e a quantidade de conferências que apontam outras relações que integram a literatura considero que seja o ponto de contribuição para a Teoria que produzimos no curso, e este grupo mostrou-se ávido por conhecer.

SAMLA_01

Dentre as comunicações que foi possível acompanhar para além das que participei e das relacionadas com o ensino de Língua e Literatura através das Artes, destaco as relacionadas à associação com o qual estabeleci contato: a Society for the History of Authorship, Reading and Publishing (SHARP) e as possibilidades de integrar futuros trabalhos com este grupo.

O intenso convívio ao longo dos três dias permitiu que a sessão “Luso-Afro-Brazilian Studies B: Reflections on Space, Memory, and the Materiality of Literature”, ocorrida no dia 14/11 e presidida pela Profª Cecília Rodrigues (Chair), fosse acompanhada por pesquisadores de americanos, portugueses, brasileiros e poloneses presentes. A conferência “The Poetic Work Beyond the Text: João Cabral de Melo Neto’s Handmade Experiences in Literature” foi ampliada com a exposição do pôster, cujo especial trabalho de Design agradeço à colega Ana Sabino.

A recepção da conferência rendeu convites e propostas para estreitar contatos especialmente com a Universidade da Georgia, e foi uma continuidade da presença de alunos das Materialidades da Literatura neste contexto, desta vez sob uma perspectiva mais analógica do livro.

SAMLA_02

Vox Media: O Som na Literatura

24/11/2015

   CartazVoxMedia_27Nov2015

No próximo dia 27 de novembro de 2015, realiza-se o 1º Colóquio “Vox Media: O Som na Literatura”. Além de 3 sessões de comunicações e da apresentação do sítio web do projeto, que decorrerão no Instituto de Estudos Brasileiros (FLUC, 5º piso), a jornada inclui um “Concerto de Olhos Vendados”, de Luís Antero, na Casa das Caldeiras, às 18h00. Este colóquio visa apresentar publicamente o trabalho realizado, no Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura, numa área de pesquisa unificada pelo estudo das materialidades sonoras da comunicação na literatura e no diálogo desta com áreas limítrofes (performance, tecnologias de gravação e reprodução, intermedialidade, remediação).

Programa

9h30m-11h
José Geraldo: «O som no momento da escrita e no da interpretação vocal de um texto escrito — objetos e gravações sonoras»
Osvaldo Manuel Silvestre: «Ninguém sabe a voz que tem: Manuel Bandeira e a leitura pública de poesia»

11h30m-13h
Tiago Schwäbl: «Play a-Long: um LP de Alessandra Eramo em escuta»
Nuno Neves: «Do fio que canta às vozes etéreas: Eletricidade, Tecnologia e Voz»

15h-16h30m
Pedro Serra: «Voz, Mediação e Mediação Radical»
Manuel Portela: «O Som da Linguagem e o Ruído do Mundo»

17h
Apresentação do site do projeto «Vox Media. O Som na Literatura», por Nuno Neves

18h
«Concerto de Olhos Vendados», por Luís Antero, na Sala do Carvão (Casa das Caldeiras)

Conferência por Joshua Enslen

17/11/2015

CartazEstBras-JoshuaEnslen

Joshua Enslen, professor da Academia Militar dos EUA em West Point, fará uma conferência intitulada “João Cabral de Melo Neto e o Arquivo Histórico do Itamaraty”, no próximo dia 19 de novembro de 2015, pelas 11h00, no Instituto de Estudos Brasileiros (5º piso, FLUC). Joshua Enslen doutorou-se com uma tese sobre o impacto da carreira diplomática de João Cabral de Melo Neto e Guimarães Rosa nas suas obras. Encontra-se neste momento na FLUC a desenvolver um projeto de pós-doutoramento na área das Materialidades da Literatura.

A conferência abordará o tema da pesquisa arquivística diplomática como fonte para a crítica literária brasileira a partir de uma análise cultural do poema cabralino “O cão sem plumas”, publicado em Barcelona em 1949. Embora um número significativo de escritores tenha servido o Brasil como diplomatas, os arquivos do Itamaraty são um recurso pouco explorado pela crítica. Em particular, serão analisadas as evidências encontradas no Arquivo Histórico do Itamaraty sobre a profunda transformação social da poesia de João Cabral de Melo Neto ocorrida em Barcelona durante esta época.

MATLIT 3.1 (2015) está em linha

29/10/2015

MatLit_3.1_capa

Foi publicado a 28 de outubro de 2015 o Volume 3.1 (2015) da MATLIT: Revista do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura. Este número é dedicado ao tema ‘Artes, Média e Cultura Digital’ e foi organizado por Paulo Silva Pereira e Pedro Serra.

São publicados artigos de Pedro Serra, Artur Matuck, Guilherme Kujawski, Sandra Bettencourt, Diogo Marques, Miguel Said Vieira, Paulo Silva Pereira, Marina Larrosa e Thiago Mattos de Oliveira. Manaíra Aires Athayde e Paulo Silva Pereira entrevistam Eduardo Kac, e a secção Mediarama contém ensaios breves e depoimentos de artista de Leonel Moura, Catarina Carneiro de Sousa, Débora Aita Gasparetto, E.M. de Melo e Castro, Silvestre Pestana e Emanuel Dimas Pimenta. São publicadas ainda oito recensões críticas a novos livros.

Todos os textos se encontram disponíveis em formato html e pdf. A revista adota uma política de acesso integral livre, podendo todos os textos ser lidos em linha ou transferidos para uso pessoal. O acesso pode ser feito a partir do índice geral.


Volume 3.1 (2015) of MATLIT: Journal of the Doctoral Program in Materialities of Literature was published on October 28, 2015. The topic for this issue, edited by Paulo Silva Pereira and Pedro Serra, is ‘Arts, Media and Digital Culture’.

This issue publishes articles by Pedro Serra, Artur Matuck, Guilherme Kujawski, Sandra Bettencourt, Diogo Marques, Miguel Said Vieira, Paulo Silva Pereira, Marina Larrosa and Thiago Mattos de Oliveira. Manaíra Aires Athayde and Paulo Silva Pereira interview Eduardo Kac, and the Mediascape section contains brief essays and artistic statements by Leonel Moura, Catarina Carneiro de Sousa, Débora Aita Gasparetto, E.M. de Melo e Castro, Silvestre Pestana and Emanuel Dimas Pimenta. The review section includes eight book reviews.

All texts are available in html and pdf formats. Our journal has a policy of free full-access to all texts, which can be read online or downloaded for personal use. Access can be made from the contents page.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 104 outros seguidores