Saltar para o conteúdo

O Arquivo LdoD no Colóquio “Novos Estudos Pessoanos”

15/02/2020

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Decorreu no dia 13 de fevereiro de 2020, na Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva, Lisboa, mais uma edição do colóquio Novos Estudos Pessoanos – Ponto de Situação, organizada pela Casa Fernando Pessoa. Esta edição contou com a participação de dois investigadores do Centro de Literatura Portuguesa (CLP) que trabalham com o Arquivo Digital LdoD, Ana Marques e Diego Giménez.

Ana Marques, com uma comunicação intitulada “Representação e análise da receção crítica do Livro do Desassossego no Arquivo LdoD”, falou sobre o trabalho de levantamento de documentação relativa à receção do Livro do Desassossego e a sua integração no Arquivo. A sua intervenção mostrou as relações que se estabelecem entre os documentos autorais, os documentos editoriais e os documentos críticos, identificando práticas específicas de leitura crítica. O trabalho em curso pode observar-se nas edições virtuais anotadas “Receção Crítica 1” e “Receção Crítica 2”.

Diego Giménez, com uma comunicação intitulada “Problemas de Intertextualidade Filosófica no Livro do Desassossego“, apresentou parte dos resultados de pesquisa na identificação das redes intertextuais filosóficas que nutrem a obra pessoana mediante categorização e taxonomização de trechos com as ferramentas do Arquivo LdoD, e enquadrou o levantamento dessas referências com a poiesis sensacionista pessoana. O trabalho em curso pode observar-se na edição virtual anotada “Intertextualidade Filosófica”.

O colóquio contou com a participação de investigadores, editores e tradutores especialistas na obra de Fernando Pessoa como Pedro Sepúlveda, Nuno Amado, Karen Pellegrini, Andrea Sánchez, Rui Sousa, Luís Andrade, Luiz Fagundes Duarte e António Feijó, que fechou o colóquio com uma intervenção em memória de George Monteiro.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: