Skip to content

Seminário por Jerónimo Pizarro

29/11/2013

MatLit_Cartaz_JP_05Dez2013

Jerónimo Pizarro, professor na Universidade de Los Andes (Bogotá), Titular da Cátedra de Estudos Portugueses do Instituto Camões na Colômbia, lecionará um seminário intitulado «A Ansiedade da Unidade: Uma Teoria da Edição», no próximo dia 5 de dezembro de 2013, pelas 14h30, na Sala de Seminário de Estudos Ingleses (6º piso, FLUC). A visita de Jerónimo Pizarro à Universidade de Coimbra decorre no âmbito do projeto «Nenhum Problema Tem Solução: Um Arquivo Digital do Livro do Desassossego» (CLP, Universidade de Coimbra, 2012-2015, referência COMPETE: FCOMP-01-0124-FEDER-019715; referência: PTDC/CLE-LLI/118713/2010). Este seminário é uma organização conjunta do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura e dos Programas de Doutoramento e Mestrado em Literatura de Língua Portuguesa: Investigação e Ensino. As inscrições para a sessão serão limitadas, podendo os interessados inscrever-se pelo correio eletrónico do programa em Materialidades da Literatura: materialidades.da.literatura@gmail.com

Resumo

Em 1973 foi publicado o livro The Anxiety of Influence: A Theory of Poetry, de Harold Bloom. Uma variação deste título pode ser útil hoje para descrever um outro tipo de ansiedade, o da unidade, não menos abrangente e condicionante do que o da influência. Tanto o campo da edição, como o da interpretação são campos que, contra a realidade e todas as provas materiais, vivem imersos nesse outro tipo de ansiedade. Quer a interpretação, preocupada com a intenção do autor, da obra ou do leitor, quer a edição, angustiada com as intenções finais do autor e o estabelecimento do copy-text, parecem, por vezes, pouco capazes de se libertarem dessa ansiedade do uno e de se adaptarem à existência do múltiplo. Esta conferência procurará fazer um novo apelo a uma necessária mudança de paradigma, atendendo, em especial, às novas e libertadoras possibilidades abertas pela edição eletrónica. Atenção especial será dedicada a Fernando Pessoa e ao Livro do Desassossego. JP

Jerónimo Pizarro é doutorado em Linguística Portuguesa pela Universidade de Lisboa e em Literaturas Hispânicas pela Universidade de Harvard. Foi Professor do Programa de Crítica Textual da Universidade de Lisboa e é membro do grupo de trabalho que desde 1988 publica a edição crítica das obras completas de Fernando Pessoa. As suas áreas de interesse e conhecimento são a crítica textual, as literaturas hispânicas e as literaturas de expressão portuguesa. Tem editado e organizado vários livros, entre os quais a primeira edição crítica-genética do Livro do Desassossego (Imprensa Nacional–Casa da Moeda, 2010) e o volume coletivo Portuguese Modernisms: Multiple Perspectives on Literature and the Visual Arts (Legenda, 2011). Duas das suas últimas edições são Eu sou uma antologia: 136 autores fictícios (co-organizada com Patrício Ferrari; Tinta da China, 2013) e uma nova edição do Livro do Desassossego (Tinta da China, 2013). Entre os seus livros de ensaios, refiram-se Pessoa Existe? (Ática, 2012) e La mediación editorial: sobre la vida póstuma de lo escrito (Iberoamericana-Vervuert, 2012). Foi distinguido em 2013 com o Prémio Eduardo Lourenço.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: